¨Se eu pudesse deixar algum presente a você...
Deixaria para você,
se pudesse,
o respeito àquilo que é indispensável...
Além do pão, o trabalho.
Além do trabalho, a ação.
E, quando tudo mais faltasse, um segredo:
O de buscar no interior de si mesmo a resposta e a força para encontrar a saída.¨

Gandhi

Ganesha Gam Ganesha Gam Ganesha Gam...

Ganesha Gam Ganesha Gam Ganesha Gam...

ÔMMMMMMMMMMMMMM

ÔMMMMMMMMMMMMMM
Yoga é uma prática milenar, um caminho em direção a essência do ser, que nos ensina a reconhecer a experiência de existir plenamente, com boa saúde física, mental e espiritual, sempre em sintonia com a dança da vida.
São Paulo, S.P., Brazil
Marcynha talvez retrate melhor o meu metro e meio de altura. Fui Marcynha desde sempre, nas escolas onde estudei, na faculdade de enfermagem que não concluí, na faculdade de psicologia onde me formei (FMU - 1994), na especialização em Terapia Cognitiva Construtivista da UNIP em 95... Inquieta, sempre buscando novidades, querendo um algo mais... Em 1996 atrás de um novo caminho na psicologia encontrei o caminho do Yoga, um caminho muito além da psicologia, muito além da profissão, um caminho para experimentar a vida! Foi no Yoga que me re descobri, psicóloga por herança familiar e professora de Yoga (desde 1998) por uma escolha que veio do coração. Yam...Yam...Yam... Posso até dizer que meu sobrenome foi uma pista, em sua sonoridade, para que eu ouvisse meu coração. No Yoga encontrei o caminho que me inspira viver e compreender a experiência dessa existência humana.

Arquivos do blog

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

QUE HAJA TRANSFORMAÇÃO E QUE ELA COMEÇE COMIGO - Natasha

Sigo a minha vida como quem viaja e cuida de um lindo e amplo território.Nele há flores,frutos,árvores e plantas todas magníficas e belas; e formosos e amistosos animais,além disso há dias de sol,céu estrelado, e chuvas benfazejas...Há princípio acreditei que isso fosse eterno e único,mas depois aprendi, com a experiência, que nesse local também existem espinhos,frutos venenosos,galhos secos,mato irregular e animais selvagens e famigerados,bem como dias nublados,noites escuras, e tempestades destruidoras,sem contar que a beleza de hoje após um tempo já havia fenecido e aquele lindo nascer e pôr de sol,que me parecia inigualável,embora permanecendo em meu coração,amanhã poderia dar lugar à outro mais deslumbrante.Depois de pensar muito sobre isso,claro que não sem um profundo sentimento de tristeza e desapontamento,cheguei a conclusão da impermanência e da interdependência de todas as coisas e descobri que aquilo que parecia só pernicioso e letal, nesse ambiente, estava ali para ajudá-lo desde que o viajante soubesse,com maestria,a utilizar essas condições a seu favor.Hoje continuo a admirar as flores a saborear os frutos a contemplar o céu estrelado e admirar os animais amistosos,mas sei que espinhos e cardos,tempestades, céu nublado e animais selvagens fazem parte desse ecossistema,assim como a morte e o nascimento de belas espécimes são a realidade intrínseca da existência.Por isso atualmente aceito aquelas coisas que tem que ser aceitas,mas podem ter certeza que com sabedoria, sei exorcizar as bestas,purificar os venenos,e usar os restos vegetais e animais para adubar esse lugar.Só tenho compaixão de quem ainda não compreendeu e se deu conta desse fato.Sendo assim, a quantidade de material putrefato e desarmônico colocado nesse ambiente é igual,através da transmutação,à velocidade do aumento da sua beleza..........All things must pass...